Livre, leve e solta na música

Livre, leve e solta na música

Postado em

“Desde a minha infância, sempre ouvi pagode, não tinha por que cantar outro estilo”. É assim que Hellen Caroline justifica o seu caminho na música em um universo que raramente é ocupado por uma mulher. “Adryana e a Rapaziada também cantava pagode, mas ao lado de outros homens. Agora, sou eu, e estou sozinha”, avisa ela, com um sorriso no rosto.

 

E o desejo de seguir um caminho pouco convencional é espinhoso. “As pessoas ficam me perguntando por que não canto samba em vez de pagode. Além disso, quando comecei a me apresentar, sempre rolava um preconceito. As mulheres, especialmente, me olhavam torto. E, quando ia conversar com elas durante o show, aí é que elas caíam em cima mesmo”, lembrou ela.

 

Para a música, porém, qualquer sacrifício vale a pena. “Agora que as pessoas já sabem que existe um nome feminino no pagode, tudo fica mais fácil”, comentou.

 

Se de um lado Hellen nunca recebeu uma força das mulheres, do outro, os homens, como Rodriguinho e Thiaguinho, foram seus grandes apoiadores. O primeiro, aliás, é responsável pela produção musical do novo disco de Hellen. “O Rodriguinho sempre me influenciou. Meu ídolo e, hoje, amigo, sempre acreditou no meu trabalho”, revelou a artista.

 

Sob supervisão do jornalista Felipe Pedrosa

 

Fonte: http://www.otempo.com.br/super-noticia/livre-leve-e-solta-na-m%C3%BAsica-1.1174955